Pesquisar este blog

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Workshop Constelação Familiar - Novembro 2016



"Os inocentes não conseguem crescer. Continuam sempre do mesmo jeito. Continuam sempre crianças." Bert Hellinger


26.11.2016 - sábado a partir das 15 horas – Intervalo com Coffee Break

Endereço: Rua Coronel Oscar Porto, 1233 - Vila Mariana

Facilitador: René Schubert - Psicólogo e facilitador em Constelações Familiares. Formação no Brasil e Alemanha. Membro da Hellinger Sciencia

Contato e Inscrições: constelacaofamiliar@hotmail.de / (11) 2836-5022

A crítica



"A crítica tem dois lados, um lado amigável e outro hostil. O seu lado amigável é benévolo. Ela quer servir ao outro e à sua causa e olha na mesma direção junto ao outro. Ambos caminham de mãos dadas e estão à serviço da paz. Juntos eles realizam algo, às vezes de forma dolorosa, porém com um olhar aberto. 

Um belo exemplo podemos ver quando uma mãe ou um pai mostram a um filho como algo funciona. Eles o permitem de experimentar algo, por exemplo como se dirige uma bicicleta sem cair. Se a criança consegue fazê-lo ambos se alegram, principalmente a criança. Afinal qualquer processo de aprendizagem dá certo de uma maneira benévola. 

O outro lado da crítica experimentamos vindo dos assim chamados críticos. O crítico rebaixa uma coisa e aqueles que a representam através da sua crítica. A sua crítica se torna uma arma com a qual ele declara um julgamento sobre outros. Ela serve à uma guerra, muitas vezes com armas bem afiadas. 

Mesmo que estas armas estejam direcionadas contra nós, devemos e podemos crescer através delas. Nós e os outros estamos na mesma altura. Se alguém cede, esta pessoa perde. O outro ganhou, pelo menos assim parece. 

Porém, muitas vezes aquele que cede deixa o outro cair na própria armadilha, por exemplo ao ignorá-lo. Ao fazer isto ele obriga o crítico a reforçar a sua crítica até que frequentemente, ao afiá-la, ele cava o seu próprio túmulo. 

Também existe uma crítica benévola de fora. Por exemplo quando alguém leva ambos os lados a sério e possibilita uma igualdade entre ambos os lados, sem tomar partido por nenhum. Como pessoa de fora ele serve a ambos através de uma observação justa. Ele não possui nenhum objetivo que vai para além dos dois. Esta crítica é sábia e, por fim, altruísta. Ele coloca a crítica no espaço sem tomar partido. 

Isto vale principalmente quando se trata de uma crítica sobre uma sociedade estabelecida ou um modo de vida estabelecido. Por exemplo uma religião, ou um modelo de governo como a democracia ou uma dinastia, ou um modelo econômico como o capitalismo ou o comunismo. Esta crítica neutra faz refletir sem tomar um partido. Ela serve ao crescimento interno. Ele deixa ambos os lados aliviados. 

A pergunta é: Como é que nós ganhamos esta independência e força interna? Nós a ganhamos através da distância de um lado como do outro, com um olhar que vai para além de ambos. Esta crítica permanece altruísta." 
Bert Hellinger

 

sábado, 1 de outubro de 2016

Workshop na Vila Mariana - Outubro 2016





 "Da filosofia sufi: Gota, Onda e Oceano. Todo o sistema familiar esta contido em você"  
Dra. Ursula Franke-Bryson
 

29.10.2016 - sábado a partir das 15 horas – Intervalo com Coffee Break

Endereço: Rua Coronel Oscar Porto, 1233 - Vila Mariana

Facilitador: René Schubert - Psicólogo e facilitador em Constelações Familiares. Formação no Brasil e Alemanha. Membro da Hellinger Sciencia

Contato e Inscrições: constelacaofamiliar@hotmail.de / (11) 2836-5022

Dinheiro - Geld - Money

  



 "O dinheiro possui uma dimensão espiritual. Ele responde como se houvesse alma, e um fino senso de justiça e injustiça"

"O que é o dinheiro? O dinheiro é o alimento que leva a vida adiante. É o leite materno da vida. É presenteado como uma dádiva divina. Ele serve para que possamos continuar vivos. Algumas pessoas querem passar a vida inteira penduradas nos seios da mãe, ou seja, só querem receber.

O dinheiro serve. Ele possui alma, não é uma coisa. Ele serve à vida. O dinheiro ganho com suor é o que mais serve à vida. Por isso, nas empresas, é muito importante de onde o dinheiro vem. O dinheiro tem uma grande necessidade de servir. A necessidade mais profunda do dinheiro é que seja gasto e que sirvamos à vida com ele. Por isso é tão importante perguntar aqui: de onde vem o dinheiro?"
   Bert Hellinger




"Das Geld ist etwas Spirituelles. Geld ist Leben. Ohne Geld kann in unserer Gesellschaft niemand überleben. Das Geld ermöglicht es uns, am Leben zu bleiben. Wie verdienen wir unser Geld?


"O dinheiro é algo espiritual. Dinheiro é vida. Sem o dinheiro ninguém em nossa sociedade poderia sobreviver. O dinheiro possibilita, permanecer na vida. Como ganhamos nosso dinheiro?


Wir verdienen es, indem wir etwas leisten. Das Geld ist der Lohn für etwas, was uns und anderen die Mittel in die Hand gibt, am Leben zu bleiben. Dieses Geld dient dem Leben.


Nós o recebemos a medida que fazemos/realizamos algo.  O dinheiro é merecimento por algo, que nos fornece e aos outros o meio, de permanecer/ manter nos na vida. Este dinheiro serve a vida.


Wenn jemand hart für uns arbeitet und wir durch seine Arbeit gewinnen, müssen wir ihn entsprechend entlohnen. Nur wenn wir ihn entsprechend entlohnen, können wir behalten, was er für uns erarbeitet hat.

Quando alguém trabalha duro por nós, e nós ganhamos com tal trabalho, precisamos de forma equalizada corresponder tal dedicação. Apenas quando equalizamos de forma correspondente, podemos manter aquilo que este conquistou com tal trabalho para nós.

Was geschieht, wenn jemand mehr verlangt als seine Leistung wert war? Wird er seine Arbeit behalten oder verlieren? Was hat er gewonnen, wenn er mehr verlangt, als es seiner Leistung entsprach?


O que sucede, quando alguém exige mais do que seu desempenho vale? Ele vai manter seu trabalho ou o perderá? O que ele conseguiu, se exigiu mais do que correspondia seu desempenho?

Umgekehrt, wenn jemand sagt: „Ein geringer Lohn ist mir genug, ich brauch nicht so viel.“ Was geschieht mit seiner Leistung? Wird sie von ihm anerkannt? Wird sie von anderen anerkannt? Kann er sie ausdehnen und zusätzliche Kunden gewinnen? Oder wird sie weniger gefragt, weil er sie herabsetzt, indem er für sie weniger verlangt, als sie wert ist?

Em contrapartida, se alguém diz: „Uma quantia menor é suficiente, não necessito de tanto”. O que acontece com seu desempenho? Será reconhecido por ele? Será reconhecido por outros? Ele poderá expandir e conquistar novos clientes? Ou estes serão menos, pois este se diminuiu, pedindo menos, do que o valor de seu trabalho e esforço?

Es kommt auf den gemäßen Ausgleich von Geben und Nehmen an. Der Lohn, mit dem wir jemanden für das, was er für uns geleistet hat, entsprechend bezahlen, motiviert ihn, uns auch in Zukunft zu dienen.

Depende do equilíbrio entre dar e tomar. A recompensa, que nós pagamos a alguém para o que este realizou por nós, o motiva a servir-nos no futuro.

Die Balance und der Ausgleich von Geben und Nehmen tragen und erhalten eine Beziehung. Wo der Ausgleich fehlt, verlieren wir etwas."

A balança e o equilíbrio entre dar e tomar trazem e dão inicio a um relacionamento. Onde o equilibrio falta, perdemos algo."

Texto de Bert Hellinger. Tradução livre do alemão por René Schubert 



Texto originalmente postado na pagina oficial da Hellinger Sciencia: http://www2.hellinger.com/home/portal/thematische-lebenshilfe-von-a-z/geld/